Acesse o novo WebMail Fetrafi-RS
WebMail Fetrafi-RS
   Início        A Fetrafi-RS         Diretoria         Estrutura         Sindicatos         Sistemas Fetrafi-RS    
Porto Alegre, 12\12\2017
Últimas Notícias
Frente Parlamentar vai chamar presidente do Banrisul na Assembleia Legislativa
Compartilhe esta notícia no Twetter
Envie esta notícia por E-Mail
Condições de Trabalho | 29/09/2017 | 14:09:54
Frente Parlamentar vai chamar presidente do Banrisul na Assembleia Legislativa
Reunião avalia a situação e cobra transparência
 

As notícias de que a reestruturação do Banrisul começa com o fechamento de agências fora do Estado e deve passar por Santa Catarina e chegar ao Rio Grande do Sul repercutiu na Assembleia Legislativa na quarta e quinta-feira, 27 e 28/9.

O coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Banrisul Público, deputado estadual Zé Nunes (PT), chamou uma reunião com as entidades representativas da Frente para avaliar a situação e cobrar transparência da diretoria do Banrisul. Um dos encaminhamentos será convocar o presidente do Banrisul a dar explicações sobre a reestruturação na Assembleia Legislativa. Dirigentes sindicais da Fetrafi-RS e do SindBancários participaram do encontro na Assembleia Legislativas. Outras entidades, como a Ascopa (Associação dos Comissionados do Banrisul de Porto Alegre e Região Metropolitana), também se fizeram presentes na manhã da quinta-feira, 28/9.

Todas as entidades que participam da Frente Parlamentar em Defesa do Banrisul Público foram chamadas para discutir a reestruturação do Banrisul e o fechamento das agências. Na visão da Frente e das entidades, essa reestruturação veio para desmontar a estrutura do Banrisul e facilitar a futura privatização. Durante a reunião, foram decididos alguns encaminhamentos.

Encaminhamentos

A Frente Parlamentar, através das Comissões de Economia, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo e de Segurança e Serviços Públicos irá convocar o presidente do Banrsiul, Luiz Gonzaga Veras Mota, a dar explicações sobre o projeto de desmonte do banco. As explicações trarão esclarecimentos aos maiores interessados na transparência da reestruturação e no seu objetivo: o próprio parlamento, os banrisuleneses e a população gaúcha.

Outro encaminhamento após a reunião foi marcar uma coletiva de imprensa reunindo a Frente Parlamentar, as entidades sindicais (Fetrafi-RS e SindBancários) para denunciar o processo de desmonte que já começou no Banrisul, para a próxima quinta-feira, 5/10, em local e horário ainda a serem definidos.

Essas agências que estão sendo fechadas são lucrativas. O fechamento delas só serve opara diminuir a importância do Banrisul e atacar a sua imagem. Com isso, reduzem o lucro do banco e favorecem uma venda a bancos privados. Estão entregando de badeja o lucro do Banrisul e grandes clientes para os bancos privados. Há agências que serão fechadas e que movimentam milhões”, denunciou o presidente do SindBancários, que participou da reunião, Everton Gimenis.

Denúncia na Tribuna

O coordenador da Frente Parlamentar em Defesa do Banrisul Público, deputado Zé Nunes, já havia se manifestado na tribuna na sessão parlamentar da terça-feira, 27/9. Em tom de denúncia, o deputado estadual afirmou que boatos davam conta, há algum tempo, de que a diretoria do Banrisul começaria a tomar medidas “de caráter perigoso”, orientada por um governo que “trabalha na lógica de privatizar e vender o patrimônio do Rio Grande do Sul. Segundo o deputado, a informação que ele obteve dizia respeito ao fato de que a diretoria estaria preparando a transformação de 100 agências do Banrisul pelo país em postos de atendimento.

O objetivo, segundo o deputado, era descaracterizar o banco como um banco forte, criando o ambiente propício para a sua privatização. Ele mencionou ainda a agenda de fechamento de agências até fevereiro de 2018.

O deputado disse que era lastimável o que está acontecendo com o Banrisul e emendou com uma crítica dura ao governo Sartori: “Um governo que adere submisso, de maneira desrespeitosa ao povo gaúcho, ao projeto de renegociação da dívida com a União proposto pelo governo ilegítimo golpista.” Ao retornar à tribuna, Zé Nunes sentenciou: “Não podemos aceitar as medidas do governo que querem justificar para a sociedade a venda do patrimônio público nem a adesão irresponsável ao plano de recuperação fiscal da União”.

Confira abaixo as agências que serão fechadas

Recife – 15/12/17
Salvador – 15/01/18
Fortaleza – 15/02/18
Belo Horizonte – Sem data definida
Cascavel (PR) – Sem data definida.

Fusão de agências

Em outubro, das três agências do Rio de Janeiro, apenas uma permanecerá aberta. Das três que funcionam em São Paulo, também só restará uma.

Como vai ficar o Banrisul fora do RS


Com apenas quatro agências (Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Curitiba).

* SindBancários


 
 
Conteúdo    
 
 
 
Condições de Trabalho | 05/10/2017
Atividade de avaliador de penhor é insalubre
CEE/Caixa reivindica o pagamento do adicional de insalubridade
Condições de Trabalho | 22/09/2017
SEEB Camaquã promove painel sobre Reforma Trabalhista
Evento será no dia 27 de setembro
 
 
  Serviços
Acordos e Convenções
Enquetes
Conquistas
Acesso Restrito Interno à Fetrafi-RS
Informativos da Fetrafi/RS
Minutas de Reivindicações
Notas Jurídicas
Ações Trabalhistas Fetrafi/RS
Moções aprovadas em eventos
 
 
Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras RS
Rua Cel. Fernando Machado nº 820
CEP 90010-320 - Bairro Centro Histórico - Porto Alegre, RS
Fone: (51) 3224-2000 | Fax (51) 3224-6706

Copyright © 2010 Fetrafi. Todos os direitos reservados.
 
Desenvolvimento IDEIAMAIS - Agregando Valor